Twitter

O Twitter é uma das redes mais abertas, ou seja, é possível consumir praticamente toda a API disponibilizada pela empresa utilizando um aplicativo criado na plataforma. Diferente do Facebook, que tem níveis de acesso e é bastante burocrático (veremos mais a frente).

1 — Criando o Aplicativo

O processo começa na página https://apps.twitter.com/. Após realizar o login é possível criar um App.

1*JoSde3laWYghMkQmOB0Gig - API Twitter

Dando continuidade, aqui cadastra alguns dados básicos do aplicativo:

1*O2 xeaotWqPXqjpcqddMcQ - API Twitter

( 1 ) Nome do Aplicativo. No caso de usar o App para login, esse nome aparece.

( 2 ) Descrição do Aplicativo. No caso de usar o App para login, essa descrição aparece.

( 3 ) Website do aplicativo contendo mais informações. Não é obrigatório, nesse caso deve-se colocar http://localhost por exemplo.

( 4 ) Callback URL. Essa é a URL de retorno utilizada quando é realizado Login pelo App (OAuth). Geralmente retorna as informações de acesso úteis para iniciar uma sessão em um site externo.


2 — Dados de Acesso

Após a criação do App as informações de Consumer Key ( 1 ) e Consumer Secret ( 2 ) já estarão disponíveis. Esses dois tokens que devem ser utilizados quando desejar consumir a API na sua maior parte.

1*77EOBQGZV3STpVbAGZetvg - API Twitter

Alguns métodos disponíveis na API do Twiter necessitam estar associado a uma conta existente, por exemplo, “publicar um novo twitte”. Nesse caso é necessário também criar o Token de acesso a conta em ( 4 ).

1*qhmxZ6  Zk6fgfSVl9d6vQ - API Twitter

A depender da utilização do App será necessário informar o Consumer Key, Consumer Secret, Access Token ou Access Token Secret ou mesmo todos. Esses tokens são secretos e devem ser mantidos em locais seguros para evitar uso indevido.

A documentação da API pode ser encontrada em

in APIs